terça-feira, novembro 29, 2005

Dor

Estive trabalhando ontem e hoje o dia inteiro e querendo fugir de meus próprios pensamentos.
A dor no peito nao passa. Tudo parece normal mas não está. Não consigo parar de pensar no sofrimento de uma família de pessoas que eu simplesmente adoro. Pessoas que me tratam como se eu fosse filha da casa e são muito especiais.
Não consigo parar de pensar no primo que teve que engolir sua dor para segurar uma família inteira, não consigo parar de pensar nos avós que estão vivendo a solidão de não ter seu neto contando piadas e falando alto pela casa, não consigo parar de pensar numa mãe e em um pai que não sabem como vão enfrentar a vida sem a presença do filho.

Este fim de semana tiraram a vida de um jovem de 16 anos de idade.
"Uma briga em frente a pizzaria...chamam a polícia para evitar que algo pior aconteça...a polícia saca um revolver e atira para cima... Atinge uma criança de 16 anos que estava no piso superior da pizzaria, olhando tudo de longe...."

Sandro Borges, o Tafa, o Ômega...primo do Edgar. Ele tinha 16 anos de idade.
Vc sabe o que é ver a vida de um filho ser interrompida aos 16 anos de idade???
Vc sabe o que é criar um filho durante 16 anos e de repente, por causa de uma irresponsabilidade alheia...vc se deparar com a verdade cruel de não mais ver o teu filho chegando em casa...
vc nao vai mais poder abraçar o teu filho...
nao vai mais poder conversar com teu filho??
Vc sabe o que é pensar que está chegando meio dia e que teu filho nao vai mais chegar da escola ...
nao vai mais jogar a roupa no sofá ou no meio da sala (como todo adolescente costuma fazer)... nao vai mais contar as aventuras e descobertas do mundo que está conquistando???
VC SABE O QUE É VIVER POR UM FILHO, abraçá-lo todos os dias e depois ter que deixa-lo dentro de um cemitério???

Sou mãe de uma adolescente de 11 anos de idade e, desde domingo, todas as vezes que abraço a minha filhaeu choro. Choro como estou chorando enquanto escrevo para vocês. choro pq... eu penso que a mãe do Sandro nunca mais vai poder abraçar o menino dela (o bebê dela. Minhas lágrimas são de mãe.

Quem tirou a vida do Sandro nao sabe que a bala que saiu de sua arma atingiu toda a família do menino.
Todas as mães que estão me lendo agora e todos os pais que estão me lendo agora sabem exatamente doque estou falando.
Todos eles conseguirao entender o porquê desta dor. Infelizmente foi o Sandro. Infelizmente poderia ter sido qualquer um de nós. Qualquer um de nossos filhos. Infelizmente temos polícia despreparada, caminhando pelas ruas e tirando a vida de nossos filhos
(Este ano foram 4, somente aqui em Roraima)
(Dos que temos notícia, é claro)
Quando aquela bala atingiu o Sandro, atingiu também o pai, a mãe, os avós, a irmã... os amigos... os primos... e todos que o amavam.
1. Eu, na minha sabedoria limitada de ser humano não consigo entender a quê propósito algo como este fato pode acontecer mas... certamente Deus tem a resposta. De qualquer forma acho que o preço a pagar é muito alto. Perder um filho é perder a vida.
2. Não me venham dizer que foi acidente. Sou filha de militar e sei dos procedimentos para o uso de uma arma de fogo, assim como um policial também sabe. Quando, em ação, se tira uma arma do coldre, sabe-se que alguém poderá sair morto. Então não me venham dizer que o Sandro morreu por acidente. Ele morreu pq um policial retirou a sua arma (e ninguém retira uma arma do coldre por acidente) e foi imprudente. Este policial atirou num local onde circulava um grupo enorme de jovens. Ele atirou qdo não devia fazer e ninguém pode mudar isto.!!!!! O Sandro, que não tinha nada a ver com a história, que estava lá em cima com os amigos... o Sandro, que já tinha passado de ano e que era um ótimo filho e um neto super atencioso, que estava descobrindo a vida agora e vivia rindo COM a vida e PELA vida... O Sandro ...não está mais aqui por causa de alguém que não soube fazer uso de seu poder e isto não pode continuar. Isso não pode continuar!!!
3. Não se pode dar poder a quem não sabe usá-lo. Já não basta ver tanta mãe perdendo seus filhos nas mãos de bandidos...agora temos que ver nossos filhos morrendo pelas mãos dos policiais também???Esses deviam estar em serviço para nos proteger e não para nos tirar o que temos de melhor, que são os nossos filhos.
4. O Sandro, Tafareu... Tafa... o Ômega...era um jovem muito querido. Uma pessoa de bem...com um belo futuro pela frente. Um menino que defendia seus amigos e costumava dizer que só conhecia gente do bem. Um menino que falava de garotas, dos amigos, de computador de matemática... de justiça. Como ele, muitos jovens têm perdido a vida. Isto não é nada justo. Denunciem!!!Todo e qualquer abuso por parte de policiais. Denunciem!!!Hoje e sempre, para que isto acabe!!!
Eu... queria uma tarja preta em meu blog pelos próximos dias mas...parei muito para pensar, assim como pensei muito antes de vir aqui e escrever sobre a dor desta família (que me acolheu tão carinhosamente desde o início)... eu cheguei a conclusão de que o Tafa, o Ômega, não merece nunca uma tarja preta, o ômega merece um sorriso...merece luz...merece flores...pq mesmo tendo estado aqui por tão pouco tempo, só trouxe felicidade por onde passou.

Aqui ficam as palavras de uma pessoa que tem orgulho de conviver com a família Borges, pq são gente de bem, que se respeitam, que se protegem, que se amam
Aqui ficam as palavras de uma mulher que é mãe e que por conta disto consegue compreender a dor que a mãe do Tafa está sentindo neste momento.

Aqui fica o meu apelo a todo corpo militar e os demais:
Respeitem os nossos filhos!!

Sandro, que Deus ilumine o teu caminho nesta nova jornada de vida. Amém!!!
Obs.: O Edgar escreveu seus sentimentos no blog. http://www.edgarb.blogspot.com/ Leiam o que ele escreveu e lembrem-se que não podemos nos calar diante de abuso de poder.