segunda-feira, julho 11, 2005

I RORAIMA SESC FEST ROCK


Roupas pretas, maquiagem pesada, muitos cabelos longos, tênis (em sua maioria tipo All Star), algumas unhas negras, correntes como adereços e tatuagens. Muitas tatuagens!! Em formação de pequenos grupos, carregam em si ares suaves e uma balada bem mais recheada que a dos anos 70, quando o rock vivia o auge de sua juventude. Além de mostrar o que existe de bom no estilo musical, usam o palco para falar de drogas, ou melhor, contra as drogas; pregam o nome do Senhor, são contra a violência e reservam tempo para lembrar sobre a busca de ideais. “...Aí !!!Pras minas que ainda não conseguiram montar uma Banda de Rock...estudem música!! Corram atrás!!” aconselha a baixista da banda Pink Rock de Manaus, formada apenas por garotas; já o vocalista da Banda Garden Adverte: “Nada de brigas, galera !! Isso aqui é casa de roqueiro e roqueiro não quer confusão. Nós fazemos a paz!!”.
Os cigarros e as bebidas ainda percorrem o ambiente nas mãos de adolescentes que, por sinal, marcam a maioria na noite. Mas tudo controlado!! Nada de drogas no local ou, pelo menos, nada às claras!!
O evento? Comemoração do Dia Internacional do Rock / Realização do Sesc Roraima, sob supervisão e organização de Rosana Santos e Enos Faustino, que junto a uma equipe profissionalíssima dão show de bola quando o assunto é promover cultura.
Três noites seguidas de Rock’n Roll e 22 bandas no palco: Sheep, White Dove, Hesed, Sofia não foi à Escola, Ln3, Soil, Klethus, Mercedes, Reluz, Raul CV, Morgana, Enigma, Moon Hunters, Arroto do Sapo, Isen, Temeros, Filhos da Revolução, Ironia, Terafim e as consagradas pelo público roraimense: Banda Garden, Leptospirose e Mr. Jungle. Além da Pick Rock de Manaus que veio para marcar o intercâmbio cultural (que tanto necessitamos!!)
Pancadaria? Só no palco (nos instrumentos!). Nenhuma briga registrada! Nenhuma agressão, além de um tênis que foi parar por engano no rosto de um vocalista. Nada grave!! De deu para passar numa boa!!
Mas o que ficou guardado como registro foi a ordem mantida no local, tanto por parte da equipe organizadora quanto pelos roqueiros.
E o que dizer depois do espetáculo???
Esta turma, sabe mesmo como se divertir!! Conhecem tudo de rock... cantam, dançam, balançam enlouquecidamente seus longos cabelos enquanto as bandas arrasam, no melhor sentido da palavra, em cima do palco.
Sem dúvida alguma um show bonito de se ver!!!